Baú de Memórias

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Igreja Matriz de São Sebastião

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Paróquia de São Sebastião

Em 14 de junho de 1887, Aureliano Gonçalves da Cunha e sua mulher doaram um alqueire de terra para a construção da Igreja, marcando na escritura o prazo de seis anos pra a realização da obra sob pena de reverter à gleba ao patrimônio dos doadores. Com a mesma cláusula, doaram também terreno também ás autoridades eclesiásticas os seguintes posseiros: Felisbina Maria dos Santos, Major F. Xavier Dantas Vasconcelos, Bento da Cunha Vieira, Joaquim Baptista Reis Pereira, Fidêncio Mariano Corrêa, João Rodrigues Cunha Neto, Sebastião J. Gomes, Joaquim Franco de Godoi, José Ferreira Pontes, Francisca Cândida Silva Pontes, Zacarias Antonio Franco, José Luiz Soares, Tertuliano Antonio Franco, Josefa Maria de Moraes, Jesuína de Moreira de Almeida e Felipe Antonio Franco. Essas doações integraram o terreno urbano que até hoje pertence ao domínio da Fábrica da Paróquia de São Sebastião da Alegria, sob o instituto civil de enfiteuse. Foi erigida a Capela sob a invocação de São Sebastião da Alegria, e era localizada onde atualmente está a Travessa Anchieta. Foi criada a Paróquia de Pederneiras em 2 de setembro de 1892, data em que foi nomeado e tomou posse o primeiro Vigário Padre Nicolau Scoracchio. A Paróquia pertencia à Diocese de São Paulo. Em 1908 passou a pertencer à recém criada Diocese de Botucatu até 1964, quando foi criada a Diocese de Bauru, à qual pertence atualmente.

 

O Templo da Matriz - A construção do primeiro Templo da Matriz de São Sebastião teve início por volta de 1911. Em 1939 com o crescimento da cidade e aumento de fiéis, formou-se uma comissão sob a liderança do recém chegado Pe. José Montezuma, a fim de ampliá-lo, o que de fato se realizou, mas não foi satisfatório. Em 1949, novamente o Pároco Pe. José Montezuma liderou uma comissão composta por Sebastião Florêncio Pereira, Presidente, Zacarias Antonio Esteves, Secretário, e Francisco Neubern Penteado, Tesoureiro, iniciaram a demolição do antigo e construção do novo Templo de São Sebastião, que com algumas paralisações foi concluído por volta de 1963. O projeto foi elaborado pelo engenheiro Dr. Benedito Calixto de Jesus Neto, de São Paulo. A execução da obra foi confiada ao construtor Jacintho Ghiraldeli. A comissão teve o apoio e colaboração de V. Em.ª Revm.ª Dom Henrique Gouland Trindade, Arcebispo da Diocese de Botucatu, e do Bispo coadjutor Dom Silvio Maria Dário. Com recursos doados pela Paróquia e contribuições generosas do povo católico, as obras foram iniciadas em outubro de 1949 tendo retratado em seus vitrais coloridos a vida do Padroeiro São Sebastião.

Os Padres que passaram pela Paróquia de São Sebastião foram os seguintes: 1892/1897 – Pe. Nicolau Scoracchio; 1897/1898 - Pe. Carmelo Santoro Lanzioloti; 1898 - Pe. Elizario Paulino Bueno; 1898/1899 - Pe. Antonio Pires Guerreiro; 1899/1901 - Pe. José Beltran; 1901 - Pe. Paschoal Buglione; 1901/1905 - Pe. Francisco de Cicco 1905/1906 - Pe. Antonio Cavalieri 1906/1909 - Pe. Francisco de Cicco; 1909/1910 - Pe. José Francisco Monteiro; 1910 - Cônego J.J. de Miranda; 1910/1911 - Pe. Carlos Pereira Bicudo; 1912/1928 - Pe. Alfredo Cangueiro; 1928/1939 - Pe. Ernesto Cangueiro; 1939/1961 - Pe. José H. Montezuma; 1961/1963 - Pe. Darcy de Almeida Pinto; 1963/1964 - Pe. José Vieira Araújo; 1964/1978 - Pe. Darcy de Almeida Pinto; 1978/1980 - Pe. Jonas Vitor de Moraes; 1980/1981 - Pe. Alcides de Souza; 1981 - Pe. Celso Diogo Ferreira; 1981/1998 - Pe. Aloísio Hasegawa; 1999/2000 - Pe. Pedro Jorge Sartori e Pe. Fernando Henrique Lima; 2000/2005 - Pe. José Maria Dornelas Carolino; 2005 - Pe. Pedro Jorge Sartori; 2005-2008 - Pe. Luiz Antonio de Almeida; - 2009 - Pe. Luis Antônio Carqueijo Sé.

Atuaram como coadjutores Pe. João Cândido de Carvalho, Pe. Arnaldo Beltrame e Pe. Soares. Fazem parte da Paróquia as Capelas de São Pedro, no bairro D. Pedro II e Santo Antonio e Santa Rita, nos núcleos Norino Bertolini, Leonor Mendes de Barros, Bruno Cury e Jardim Paraíso (Zona Norte).

Fonte: "Pederneiras sua História e sua Gente" Francisco N. Penteado.

Pesquisas e adendos de Rinaldo T. Razuk.

Consulte PERSONALIDADES/ Pe. Ernesto Cangueiro e Pe.José Montezuma.

OBS: Veja Imagens em Álbum de Fotos.

Actualizado em Segunda, 04 Janeiro 2010 21:17  


Estatísticas

Membros : 5
Conteúdo : 66
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 412887

Galeria de Imagens