Baú de Memórias

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Castelo Furlani

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Castelo Furlani

O engenheiro Fausto Furlani chegou a Pederneiras em 1901 e, em 1903, adquiriu um
terreno na região norte da cidade onde formou uma chácara e construiu sua residência que, em 1908, foi ampliada para acolher toda a família.
Em 1911, o pai Leonardo convenceu seus filhos Amadeu, Giovani Batista Mario,
Valério e Fausto, a construir o castelo, iniciando os alicerces. Em 1913 iniciaram a construção que foi concluída em 1914.
A obra tem linha renascentista, contudo, além do estilo europeu, combina elementos
típicos asiáticos, tendo a altura equivalente a um prédio de quatro andares. O cimento era de procedência alemã e a cobertura é de telhas francesas ou “Marselha”.
Com planta elaborada por Fausto, todos os membros da família Furlani trabalharam
na sua edificação dirigida por Leonardo Furlani, além do carpinteiro, ferreiro e encanador Olimpio Bertoti, dos pedreiros Antonio Facchini e José Bertoti e do serralheiro Secundiano Picolo, que fez a cobertura em cobre e as grades da torre.
Amadeu se encarregou das estátuas dos guardas e dos leões guardiões da entrada,
assim como a águia, o urso, o caboclo, o menino com uma cobra e os chafarizes com as sereias, todas no jardim de baixo. Valério construiu a grade da ponte elevatória que dá acesso ao primeiro andar e era garantia de tranqüilidade da família à noite, e atualmente fixada. Giovani Batista Mario foi o mestre de carpintaria. Ainda nos jardins de entrada, foi construído um caramanchão em formato de navio, lembrando a travessia que fizeram da Europa ao Brasil.
As árvores que fazem o caminho de entrada são plátanos trazidos da Europa com um bosque nos arredores formado, entre outras, por araucárias.
Até 1919, a iluminação era a gás com gerador central de carbureto e água. A partir
daí, Fausto aproveitou a nascente d’água, construindo um reservatório para alimentar uma turbina da marca “Pelton”, a fim de gerar energia elétrica.
Em 1950, nas comemorações das bodas de ouro do casal Fausto e Virgínia,
aproveitando a mina, construiu uma cascata e uma gruta onde introduziu a imagem de Nossa Senhora de Lourdes e de Santa Bernadete.

Consulte Imigrantes Italianos: Família Furlani e Álbum de Fotos.

Fonte: Memórias de Fausto Furlani. - Pesquisas: Rinaldo T. Razuk.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Parque Ecológico: Consulte Site da Prefeitura Municipal - Página "Meio Ambiente".

Actualizado em Segunda, 04 Janeiro 2010 21:19  


Estatísticas

Membros : 5
Conteúdo : 66
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 400951

Galeria de Imagens