Baú de Memórias

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Wilson Ruiz Fernandes

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Wilson Ruiz Fernandes

Wilson Ruiz Fernandes nasceu em Pederneiras, no dia 3 de dezembro de 1923, filho de Eduardo Ruiz Romero e Anna Fernandes y Fernandes. Aos quatorze anos começou a trabalhar como contínuo na Casa Bancária de Antonio Ruiz & Filhos e a noite estudava na Escola de Comércio do professor Felipe Lebeis de Aguiar. Depois passou a estudar no Ginásio Dom Luiz (primeiro nome da Escola Anchieta), participando do teatro amador, onde fazia imitação do Mazzaropi. Iniciou o curso colegial no Colégio Mackenzie em São Paulo, passou para a Escola Técnica São Francisco de Bórgia, onde se formou como desenhista em arquitetura, conseguindo o registro como construtor licenciado, e assim passou a trabalhar como desenhista na Companhia Litográfica Ipiranga. Fez parte do Cruzeiro Cestobol Clube, participando dos Jogos Abertos do Interior em Marília e Sorocaba. Em 1949 começou a lecionar Desenho e Trabalhos Manuais. Conseguiu o registro de professor e em 1951, fez concurso de ingresso no magistério, iniciando no Ginásio Estadual de Pereira Barreto, logo após foi transferido para Bariri e finalmente para Pederneiras, lecionando de manhã, à tarde e a noite, num total de 44 aulas por semana. Permaneceu assim, de 1949 a 1982, ou seja, 33 anos. Lecionou também na EEPG Neusa Cestari Fabri, na EEPG Maria José Cestari De Conti em Vanglória e na EEPG Laudelino de Abreu em Jaú. Entre 1965 e 1970, foi diretor da Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau “Anchieta”, criando e organizando a “FECIPE”, Feira de Ciência de Pederneiras, durante a semana da pátria e promovendo excursões dos alunos da 4ª série para o Rio de Janeiro. Por muitos anos foi o coordenador dos enfeites de ruas da cidade para as procissões de Corpus Christi. Participou do Cursilho de Cristandade em 1970, iniciando a coordenação da “Campanha do Dízimo”, na Paróquia de São Sebastião, na qual trabalhou por 15 anos. De 1949 a 2001, realizou 45 projetos arquitetônicos, dos quais foram efetuados em residências, prédios comerciais, Igreja, reformas, além do Lar São Vicente de Paulo, fachadas do Cruzeiro Cestobol Clube e do Estádio Antonio Ruiz Romero, onde também projetou as arquibancadas, vestiários e alambrado. Mudou a planta original do Clube Alvorada, melhorando o visual e acessos, projetando os vestiários, secretaria, estacionamento, quadras esportivas e restaurante. Criou o logotipo e a bandeira do clube, como também idealizava os convites e confeccionava os materiais para decoração nos bailes de carnaval, caipira, debutantes e aniversário do clube. Projetou o “Shopping Center Sem Limites”, que seria construído em Bauru, mas que por falta de apoio dos lojistas, não foi executado. No bar e restaurante “O Aquário”, realizou uma pintura de cinco metros representando o fundo do mar e um chafariz. Em 1981, durante a gestão do prefeito Waldomiro Fernandes Mateus, criou o sistema de numeração predial (patenteado), tomando por base a esquina da avenida Tiradentes com a rua Belmiro Pereira, que se cruzam perpendicularmente, formando as zonas norte, sul, leste e oeste. Em 1987 formou o grupo “Missão Cumprida”, do qual participou 25 casais. Viajaram pelo Brasil, duas vezes pela Europa, uma vez pela América do Sul, e um cruzeiro ao Caribe e Aruba. Dezenas de homenagens foram feitas ao professor Wilson, tais como cartões de prata de honra ao mérito pelos serviços prestados à Igreja, à Educação, à cidade através da Prefeitura, no Esporte, do Clube Alvorada, etc. A Câmara Municipal de Pederneiras lhe concedeu o Título de Cidadão Benemérito em 2001. Wilson Ruiz Fernandes casou-se em 23 de dezembro de 1951 com Odette Canela e tiveram as filhas Cecília Odete e Carla Inês. Faleceu em 12 de junho de 2008. Com a reforma da antiga Estação da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, transformada hoje em Centro Cultural, tem em seu salão de entrada instalada a Galeria de Exposições que recebeu o nome de Prof. Wilson Ruiz Fernandes. Justa homenagem ao dedicado e digno cidadão pederneirense que sempre honrou e amou sua cidade natal.

 

Dados extraídos da Autobiografia de Wilson Ruiz Fernandes.

Pesquisas e resumo de Rinaldo T. Razuk.

Actualizado em Terça, 05 Janeiro 2010 01:02  


Estatísticas

Membros : 5
Conteúdo : 66
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 426394

Galeria de Imagens