Baú de Memórias

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Galeria de Vereadores

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Câmara Municipal de Pederneiras

Relação de vereadores após a instalação oficial da Câmara Municipal em 7 de julho de 1891, sob a presidência de Manoel José Coimbra.

Intendentes: Manoel José Coimbra, Leopoldo Clementino Moreira, Isaac Alves Ferreira, José Joaquim Garcia e Felipe Antonio Franco.

Vereadores:
1892/1896 – Manoel José Coimbra, Leopoldo Clementino Moreira, Isaac Alves Ferreira e José Joaquim Garcia.
Por estarem extraviados os registros de 1892/96, pesquisamos os escritos de Sahid M. Maluf, de 1949, onde consta o nome de Eliazar Rodrigues Braga a partir de 1895.

1897/1898 - Manoel José Coimbra, José Eufrazino Damasceno e Souza, Pedro Alexandre de Oliveira Ritta, Isaac Ramos Nogueira dos Santos e Joaquim Antonio Esteves.
Em 20 de maio de 1897 foi nomeado Eliazar Rodrigues Braga (não há registro do nome da pessoa a quem ele substituiu). Nesse mesmo ano houve a participação do suplente João Francisco Cardim.

1899/1901 - Augusto Affonso Corrêa de Lacerda, Claudino Custódio de Alcântara, Cândido José Carneiro, Julio Franco Cardozo e Alberto Penteado.
Em 1899, José Alves da Silva substituiu Augusto A. C. de Lacerda.

1902/1904 – Consta da relação de presidentes de 1903 a 1906, o nome de Eliazar Rodrigues Braga (ata e registros extraviados).

1905/1907 - Eliazar Rodrigues Braga, Dr. Joaquim de Sales, João Bibiano dos Santos, Francisco de Sales Ferreira e João Baptista Alves da Silva.

1908/1909 – João Baptista Alves da Silva, Norberto Ferreira Aranha, Dr. Joaquim de Sales, José Hilário e Silva, Bernardino Coelho e Pedro Pereira Garcia de Magalhães.
Em 12 de abril de 1909, renunciaram Bernardino Coelho, Norberto Ferreira Aranha, João Baptista Alves da Silva e Dr. Joaquim de Sales, assumindo a nova câmara em primeiro de maio para completarem o triênio 1908/1910, os seguintes vereadores:
1909/1910 – Isaac Alves Ferreira, Pedro Pereira Garcia de Magalhães, Augusto de Souza Machado, Joaquim Pedro de Oliveira e Cândido de Camargo Serra.

1911/1913 – Pedro Pereira Garcia de Magalhães, Cândido de Camargo Serra, Isaac Ramos Nogueira dos Santos, José Florêncio de Figueiredo, João Antonio Bazilio e Francisco Rodrigues de Castro.

1914/1916 – Francisco Rodrigues de Castro, Cândido de Camargo Serra, Isaac Ramos Nogueira dos Santos, André Martins de Quadros, Ernesto Silveira Guimarães e Vicente De Fuccio.

1917/1918 - Nelson Moura, Arthur de Moraes Goyano, Cândido de Camargo Serra, Antonio Fraga Moreira, Paulo Alves da Silva Telles e Rodopiano Neves.
Em abril de 1917, Nelson Moura pediu exoneração sendo substituído por Rodopiano Neves.

1919 - Rodopiano Neves, Cândido de Camargo Serra, Antonio Francisco da Silva, João Nunes Sumares e Isaac Ramos Nogueira dos Santos.

De dezembro de 1919 a abril de 1920 - Isaac Ramos Nogueira dos Santos, João Nunes Sumares, João Baptista Pereira, André Martins de Quadros, Alfredo Braga e Dr. Décio Pereira.
Nesse período assumiram o executivo João Nunes Sumares e Dr. Décio Pereira interinamente.

1920/1921 - João Baptista Pereira, José Mariano da Silva, José Vicente Arantes, Lucio Francisco de Oliveira e Dr. Décio Pereira.

1921/1922 - João Baptista Pereira, Manoel Secco de Carvalho, José Vicente Arantes, Fideles Apparicio Garcia e Domingos De Biase.

1922/1924 – Nesse período Pederneiras teve duas Câmaras Municipais, divididas por eleições contestadas por duas facções políticas, sendo que uma primeira comissão reconheceu como eleitos José Vicente Arantes, Serafim Ferreira dos Santos, Zacarias Antonio Esteves e Isaac Ramos Nogueira dos Santos. Uma segunda comissão reconheceu como eleitos Dr. Francisco de Assis Nepomuceno, João Nunes Sumares, Isaac Ramos Nogueira dos Santos, Zacarias Antonio Esteves, José Vicente Arantes e Serafim Ferreira dos Santos.

De setembro de 1924 a janeiro de 1925 - Felício Dias Ferraz, José Vicente Arantes, Serafim Ferreira dos Santos, Indalécio de Souza Franco, Amaro José Veríssimo e Benjamim Monteiro da Silva.
Com a nomeação de Benjamim Monteiro da Silva a prefeito em janeiro de 1925, substituiu-o na câmara o vereador e vice-prefeito Alfredo Mendes da Rosa. Como Benjamim Monteiro veio a falecer em um acidente em maio, Alfredo Mendes da Rosa assumiu o executivo, sendo substituído na Câmara Municipal por José Carvalho Rosa. Nesse mesmo período, o vereador Indalécio de Souza Franco renunciou e foi substituído por Sebastião Botelho.

1926 - José Vicente Arantes, Damazo Rodrigues de Moraes, Alfredo Mendes da Rosa, José Pereira da Silva, Amaro José Veríssimo e Fausto Furlani.

1926/1928 – José Vicente Arantes, Alfredo Mendes da Rosa, Serafim Ferreira dos Santos, Messias Ribeiro de Barros, Domingos De Biase e Sebastião Braga
Em 1927 foram substituídos Serafim Ferreira dos Santos e Domingos De Biase por Damazo Rodrigues de Moraes e Joaquim Luiz Nunes. Em janeiro de 1928 foi cassado Messias Ribeiro de Barros e substituído pelo suplente Amaro José Veríssimo. Sebastião Braga foi substituído pelo suplente Fausto Furlani. Com a instalação da comarca em 26 de abril de 1928, a Câmara Municipal passou a ser constituída por oito vereadores, assumindo os suplentes Serafim Ferreira dos Santos e Domingos De Biase.

1929/1932 – Dr. Joaquim da Cunha Fontenelle, Serafim Ferreira dos Santos, José Vicente Arantes, Amaro José Veríssimo, Alfredo Mendes da Rosa, Izidro de Toledo, Sebastião Braga e Mario Flores.

De 1932 a 1936 foram extintas as Câmaras Municipais por intervenção federal, substituída por Conselhos Consultivos.
Nomeados por decreto do governo estadual, o Conselho Consultivo de 1932 a 1934 foi constituído por Augusto Coque, Dr. Mario Ferraz de Magalhães e Dr. José Benedicto Paschoal. Nos anos de 1935 e 1936 foram nomeados Michel Neme, Dr. José Benedicto Paschoal e Julio Ramos Kuntz, substituído por Virgilio Barros Toledo.

1936/1937 – Dr. Osny Fleury Silveira, Dr. Francisco de Assis Nepomuceno, Dr. Euclydes de Castro Carvalho, Virgilio de Barros Toledo, César Augusto Sgavioli, Augusto Viccário, Antonio Soares Filho, Mauricio Garrone e Egídio Marafiotti.
Em 10 de Novembro de 1937, com a implantação do estado novo pelo presidente Getúlio Vargas, foi extinto, como em todo Brasil, o corpo legislativo pederneirense eleito para o período de 1936 a 1939. Novas eleições só aconteceram em 9 de novembro de 1947.

1948/1951 – Primeira Câmara eleita após a queda do Estado Novo: Dr. Durval Pereira, Francisco Ruiz, Diaulas Freitas Loureiro de Almeida, Egídio Marafiotti, Sebastião Jerônimo de Freitas, José Nelson da Silva, Mario Alves Alegre, Dr. Sahid Miguel Maluf, Afonso Ruiz Romero, Alcides Rosin, Valério De Conti e Luiz Nogueira.
Em 17 de abril de 1951, o vereador Dr. Sahid Miguel Maluf teve seu mandato cassado em virtude de sua situação de funcionário público estadual, sendo assim substituído por Humberto Pucinelli. Sebastião Jerônimo de Freitas foi substituído pelo suplente João Pedro Tesser e este, por João Gil. Após ser convocado para substituir o vereador Afonso Ruiz Romero que se licenciou, o vereador suplente Dr. Raul David Pimentel renunciou em 13 de dezembro de 1949.

1952/1955 – Dr. Antonio De Conti, Dr. Durval Pereira, Dr. Sahid Miguel Maluf, Dr. Joaquim Cortegoso, Dr. Manoel Usó Filho, Diaulas Freitas Loureiro de Almeida, Egidio Marafiotti, Antonio Alves Pereira, Jason Arantes Pereira, Francisco Fernandes Mota Filho, Virginia Cervi Furlani, Francisco Ruiz e João Berbel Filho.
Durante esse período legislativo, renunciaram aos seus mandatos os vereadores Dr. Joaquim Cortegoso, Dr. Sahid Miguel Maluf e Diaulas Freitas Loureiro de Almeida, se efetivando os suplentes Anis Razuk, Dr. Ulisses Figueira e Naintala Cury.

1956/1959 - Dr. Alberto Clementino Moreira, Dr. Antonio De Conti, Dr. Francisco Ruiz Fernandes, Francisco Rodrigues, José Gonçalves de Aguiar, Nacim Razuk, Nestor Damasceno e Souza, Pedro Eduardo Nespechi, Dr. João Moscateli, João Gil, Eurico Zaninoto, Orlando Spoliante e Dr. Ulisses Figueira.
Nesse período, por motivos particulares, o vereador João Gil renunciou na primeira sessão, efetivando o vereador Arnaldo Domingos Aluísio Florenzano.

1960/1963 – Dr. Alberto Clementino Moreira, Dr. Durval Pereira, Elias Simão, Fernando Antonio Minguili, João Della Coleta, João Moscateli, José Luiz Carvalho Pinheiro, Michel Neme, Miguel Barbado, Olindo Arantes Pereira, Orlando Spoliante, Pedro Lopes Torres e Dr. Ulisses Figueira. O vereador Michel Neme licenciou-se por período de seis em seis meses, durante todo seu mandato, sendo substituído pelo suplente Arnaldo Domingos Aluisio Florenzano. Por motivos particulares, o vereador Elias Simão renunciou logo na primeira sessão, assumindo definitivamente o vereador Pedro Paulo Lagreca Neto.

1964/1968 – Antonio Damasceno e Souza, Arnaldo Domingos Aluisio Florenzano, Dr. Fernando Antonio Minguili, Genésio Martini, José Reis Pereira, Mario Alves Pereira, Mario Busch Faria, Nacim Razuk, Orlando Spoliante, Pedro Lopes Torres, Sinésio Ghiraldeli, Dr. Ulisses Figueira e Waldemar Alba Cortês.
O vereador Antonio Damasceno e Souza foi substituído por Vicente Cantarim e Sinésio Ghiraldeli licenciou-se, assumindo Alexandre Copedê.

1969/1972 – Alexandre Copedê, Ari Rosa, Arnaldo Domingos Aluisio Florenzano, Catarino dos Santos, Genésio Martini, João Moscateli, Mario Alves Pereira, Mauro Ortolani, Pedro Lopes Torres, Paulo Domingos Bonateli e Vicente Cantarim.
Nesse período foi reduzido o número de treze para onze vereadores.

1973/1979 – Alexandre Copedê, Amilton Neme, Ari Rosa, Arnaldo Domingos Aluisio Florenzano, Genésio Martini, João Moscateli, Miguel Pisani Megna, Mario Alves Pereira, Mario Busch Faria, Mauro Ortolani e Vicente Cantarim.

1977/1982 – Alcides Rosin, Alexandre Copedê, Amilton Neme, Antonio Falcão, Antonio Solini dos Santos, Giácomo Metódio Bertolini, Gilberto Dário, Jorge Carlos Razuk, Mario Alves Pereira, Sebastião Luiz Pereira e Vicente Cantarim.

1983/1988 – Amilton Neme, Antonio Solini dos Santos, Antonio Walmir Roma, Arnaldo Domingos Aluisio Florenzano, Claudinei Sipoli, Gilberto Dário, Jaime Bigeli, José Úbida de Oliveira, Laura Adelazil Furcin, Laércio Barros Aranha, Luiz Vicente Mineto, Mario Alves Pereira e Mauricio David Simão.
Nesse período a Câmara Municipal voltou a ter novamente treze vereadores.

1989/1992 – Adelino Cândido dos Santos, Antonio do Amaral, Antonio Rinaldo, Aparecido Luiz de Camargo, Benedito Murça Pires Neto, Carlos Alberto Cury Frascareli, Claudinei Sipoli, Gilberto Dário, João Batista Nozela, José Maturana Corral, Laércio Barros Aranha, Luiz Vicente Mineto, Maria Elena de Pontes Pariz e Valdecir Domingos Grana.
Nesse período a Câmara Municipal contou com o maior número de vereadores de sua história, ou seja, quinze vereadores.

1993/1996 – Ademir Berbel, Antonio Augusto de Lelis, Aparecido Luiz de Camargo, Cícero Tavares Nunes, João Batista Nozela, Jorge Luiz Agostino, José Maturana Corral, Juarez Solana de Freitas, Maria Elena de Pontes Pariz, Miguel Rozante Alba, Reginaldo Jorge dos Reis Monteiro, Rubens Alberto Constantino e Valdecir Domingos Grana.

1997/2000 – Ângela Maria Mariano Vermelho, Claudinei Sipoli, Gilberto Dário, João Batista Nozela, José Maturana Corral, Juarez Solana de Freitas, Maria Elena de Pontes Pariz, Mario Moreno Rodrigues, Miguel Rozante Alba, Ordival Affonso, Reginaldo Jorge dos Reis Monteiro, Valdecir Domingos Grana e Vilmar Ferraz de Oliveira.

2001/2004 – Antonio Franceschini, Antonio Rinaldo, Ângela Maria Mariano Vermelho, Gilmar Divino Felipe, José Maturana Corral, José Carlos Pegatin, Mario Moreno Rodrigues, Nanci Aparecida da Silva, Paulo Eduardo Zanoto, Richard Fantin Padilha, Reginaldo Jorge dos Reis Monteiro, Rubens Alberto Constantino e Valdecir Domingos Grana.
Em 2003, Paulo Eduardo Zanoto renunciou à presidência da Câmara Municipal sendo substituído pelo vereador Rubens Alberto Constantino. Com a renúncia de Reginaldo Jorge dos Reis Monteiro, assumiu o suplente Antonio Nevito Palamini.

2005/2008 – Ângela Maria Mariano Vermelho, Antonio Nevito Palamini, Edílson Domingos de Paula, Marcelo Aparecido da Silva, Mario Moreno Rodrigues, Mauri Antonio Nicolielo, Miguel Rozante Alba, José Carlos Pegatin, e Juarez Solana de Freitas.
A partir de 2005, a Câmara Municipal passou a ser composta de nove vereadores, obedecendo ao limites estabelecidos pela Constituição Federal.

2009/2012 - Bento Belmiro Mendes, Francisco Ricardo de Moura Ferreira, João Carlos Milaroski, Jonilce Pranas, José Carlos Severino, Juarez Solana de Freitas, Luiz Carlos Egypto Rosa Junior, Marcos Antonio Rodrigues e Robinson Luiz Damas.

 

Fonte: Arquivos de Nildo Ferro/ Câmara Municipal de Pederneiras /Colaboração: Oripes Maciel. = Pesquisas de Rinaldo T. Razuk.

Actualizado em Terça, 05 Janeiro 2010 01:04  


Estatísticas

Membros : 5
Conteúdo : 66
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 412906

Galeria de Imagens