Baú de Memórias

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Cronograma dos Prefeitos

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

As Eleições em Pederneiras

De 1891 até 1947, intendentes e prefeitos eram nomeados pelas Câmaras Municipais ou pelos interventores em todo nosso país. A partir de 9 de novembro de 1947, os prefeitos passaram a ser eleitos diretamente pelo povo. Nesse ano, foi candidato a prefeito de Pederneiras o Dr. Joaquim Cortegoso, pelo PSP (Partido Social Progressista), partido esse do então interventor e eleito governador do estado, Ademar Pereira de Barros. Também concorreram ao cargo de prefeito nessa eleição os candidatos Jason Arantes Pereira, pela UDN (União Democrática Nacional), e o Dr. Antonio De Conti, pelo partido PSD (Partido Social Democrático). Nessa eleição, o Dr. Antonio De Conti foi eleito com 1.701 votos.
Nas eleições municipais de 14 de outubro de 1951, os candidatos ao cargo foram Vicente Cipriano para prefeito, com Antonio Augusto Pereira (“Nê Pereira”) para vice, em acordo interpartidário do PDS, UDN, PTB, PTN e PDC, recebendo 1.451 votos, Fortunato Ângelo Segato pelo Partido Republicano com 102 votos, e Afonso Ruiz Romero com seu candidato a vice, Antonio Facciolo (Piva), pelo PSP. Afonso R. Romero foi eleito com 1.611 votos e Antonio Facciolo com 1.635 votos. Note-se que prefeito e vice-prefeito concorriam separadamente.
Já nas eleições municipais de 3 de outubro de 1955, os candidatos foram Michel Neme, com Valério De Conti de vice pelo PTB e PSB, Fausto Furlani com Jacintho Ghiraldeli de vice pelo PR e Antonio Guerrisi com Antonio Facciolo de vice pelo PTN e PSP. Michel Neme venceu esta eleição com 1.730 votos, Antonio Guerrisi recebeu 1.583 votos e Fausto Furlani 131 votos. O vice-prefeito eleito foi Antonio Facciolo, com 1.591 votos.
Nas eleições municipais de 4 de outubro de 1959, concorreram Egydio Marafiotti (“Gin”) com Nacim (Nassuma) Razuk como vice e obtiveram 2.161 votos, e Antonio Guerrisi com José Reis Pereira como vice e que foram eleitos com 2.902 votos.
Em 14 de outubro de 1963, concorreram as eleições municipais os cidadãos Michel Neme, tendo como vice João Moscateli, e João Chammas, contando com dois candidatos independentes à vice-prefeito, sendo eles o tenente Miguel Barbado, que obteve 1.052 votos e João Berbel Filho (“Joanico”), com 1.730 votos. João Moscateli foi eleito com 2.385 votos. Numa apuração de votos intensa, voto a voto, João Chammas recebeu 2.657 votos e Michel Neme obteve 2.664 votos, vencendo assim a eleição municipal com uma diferença de sete votos.
Os candidatos a prefeito da eleição municipal de 15 de Novembro de 1968 foram Willibaldo Fernandes Gil, tendo como vice Fernando Antonio Minguili, que venceram com 3.804 votos contra 2.070 votos do candidato tenente Miguel Barbado, sendo seu vice Orlando Spoliante.
Em 16 de novembro 1972 foram candidatos únicos Michel Neme e Emil Razuk, respectivamente prefeito e vice-prefeito, recebendo 5.357 votos.
Nas eleições municipais de 15 de novembro de 1976, pelo partido ARENA I concorreram Waldomiro Fernandes Mateus, tendo como vice Paulo Darvi Reghini e eleitos com 4.599 votos. Concorreram pelo partido ARENA II, Fernando Antonio Minguili e Osni Matheus que obtiveram 2.785 votos.
Em 15 de novembro de 1982, as eleição municipal teve como candidato a prefeito Michel Neme do PDS, que na ocasião recebeu 1.712 votos. Paulo Darvi Reghini recebeu 2.401 votos. O candidato à vice-prefeito foi João Moscateli. Pelo PTB houve a opção de dois candidatos a prefeito, sendo assim formada duas chapas. A primeira chapa teve como candidato Hilário Antonio Pegatin que recebeu 88 votos, e na segunda chapa Waldir Pereira, que obteve 177 votos. O vice foi Euclides Pinheiro. A eleição foi vencida por Giácomo Metódio Bertolini e Fernando Antonio Minguili (PMDB), com 5.404 votos. De 12.096 eleitores inscritos, votaram 10.911, com 832 votos em branco e 297 nulos.
Nas eleições municipais realizadas em 1988, concorreram Fernando Antonio Minguili e Dr. Rubens Emil Cury pelo PMDB-PDT e Waldomiro Fernandes Mateus com Jaime Bigeli pelo PTB-PSB. Fernando Antonio Minguili e Dr. Rubens Emil Cury venceram com 7.532 votos. Waldomiro F. Mateus e Jaime Bigeli obtiveram 4.957 votos.
Nas eleições municipais de 3 de outubro de 1992, os candidatos foram Mauzir Vicente e Claudinei Sipoli pelo PMDB-PSDB-PT, e Giácomo Metódio Bertolini com Waldomiro Fernandes Mateus pelo PV que foram eleitos com 8.029 votos.
Em 3 de outubro de 1996, os candidatos a prefeitura municipal foram Ademir Berbel e Antonio Rinaldo pelo PV, e Dr. Rubens Emil Cury com Carlos Alberto Curi Frascareli pelo PSDB-PT-PMDB e PC do B. Com 20.976 eleitores inscritos, Ademir Berbel e Antonio Rinaldo receberam 7.091 votos, Dr. Rubens E. Cury e Carlos A . C. Frascareli venceram as eleições com 10.369 votos.
A emenda constitucional nº. 16 de 4 de junho de 1997, acrescentou o § 5º ao art. 14 da Constituição da República, através do qual se introduziu o instituto da reeleição no sistema eleitoral brasileiro, que tradicionalmente, convergia para a manutenção do postulado constitucional da não-reeleição. (Moacir Mendes Sousa)
Portanto, no ano 2000, Dr. Rubens Emil Cury e Carlos Alberto Curi Frascareli, prefeito e vice pela coligação PSDB-PMDB-PT e PC do B, participaram das eleições como candidatos únicos, recebendo 13.273 votos. Compareceram 20.967 eleitores, dos quais 1.296 votaram em branco, 6.398 anularam o voto, tendo 2.849 abstenções.
Nas eleições municipais de 3 de outubro de 2004, foram candidatos Carlos Alberto Curi Frascareli com Ademir Berbel, pela coligação PP-PDT-PMDB-PL-PPS-PFL-PSDB, recebendo 9.506 votos. Ivana Maria Bertolini Camarinha e Valdecir Domingos Grana concorreram pela coligação PV-PTB-PRP e venceram com 11.994 votos. Votaram 22.954 eleitores, sendo 453 em branco, 1.001 nulos e abstenção de 3.751 eleitores.
Nessa última eleição municipal realizada em 5 de outubro de 2008, concorreram pela coligação PTB-PSDB-PMDB-DEM e PPS os candidatos Valdecir Domingos Grana com Mario Moreno Rodrigues e que receberam 4.122 votos. Concorrendo à reeleição, participaram pela coligação PV-PRB-PSB-PT-PSC-PR-PRP e PC do B a prefeita Ivana Maria Bertolini Camarinha com Carlos Alberto Ottoboni, vencendo as eleições com 17.898 votos. Compareceram 24.694 eleitores, sendo que 900 votaram em branco e 1.774 anularam o voto. Os Vereadores eleitos foram Robinson Luiz Damas com 1.943 votos, José Carlos Severino com 651 votos, Dr. Luiz Carlos Egypto Rosa Júnior com 645 votos, Francisco Ricardo de Moura Ferreira com 633 votos, Juarez Solana de Freitas com 527 votos, Marcos Antonio Rodrigues com 500 votos, Jonilce Pranas com 486 votos, Bento Belmiro Mendes com 372 votos e João Carlos Milaroski com 289 votos.

Pesquisa: Rinaldo T. Razuk. - Eleições de 1963, 1972, 1976, 1992 e 2000: Cartório Eleitoral de Pederneiras.

Actualizado em Terça, 05 Janeiro 2010 01:04  


Estatísticas

Membros : 5
Conteúdo : 66
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 400966

Galeria de Imagens